Fórum Intersetorial para Combate às DCNTs no Brasil

Buscar alternativas para o combate à principal causa de morte precoce no país, as DCNTs, através de esforços conjuntos dos setores público, privado e ONGs.

 
Oferece conhecimento, cria oportunidades e facilita o networking e a co-produção de iniciativas entre os seus membros. Trata-se de uma proposta desenvolvida simultaneamente no Brasil, na África do Sul e na Índia pelo Public Health Institute (PHI), com o apoio da Medtronic Foundation.

Fórum Intersetorial para Combate às DCNTs no Brasil

Contextualização

Segundo dados do Ministério da Saúde, as doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) são responsáveis por mais de 72% das causas de morte no Brasil. A hipertensão arterial e o colesterol (principais fatores de risco para AVC e doenças cardiovasculares, respectivamente), o diabetes, os diferentes tipos de câncer, e as doenças respiratórias crônicas são as que apresentam maior prevalência no país. Ao mesmo tempo, possuem fatores de risco modificáveis comuns entre elas.

Objetivos

  • Combater doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) no Brasil através de esforços intersetoriais
  • Construir rede de parcerias entre os setores público, ONGs e empresas para enfrentar as as DCNTs no Brasil
  • Compartilhar modelos de parcerias intersetoriais bem-sucedidas para combate às DCNTs no Brasil

Programação

 
Calendar

7:30

Café de Boas-vindas

8:00 - 8:10

Abertura - Mark Barone, PhD

8:10 - 8:25

PHI, o DNA intersetorial de uma das maiores ONGs estadunidenses de saúde - Andrew Pines, MBA

8:30 - 8:45

Presente e Futuro das DCNTs no Brasil - Maria de Fatima Marinho de Souza, MD, PhD

8:50 - 9:50

Apresentações - Patricia Vieira de Luca, MSc

10:00 - 10:15

HealthRise Brazil, um Projeto Multinacional e Intersetorial para Combate a DCNTs - Davi Rumel, MD

10:20 - 10:55

Coffee-break e Visita aos Banners

11:00 - 11:55

Doutor Saúde, Modelo de uma Parceria Intersetorial

  • Palestrante 1 – Introdução e Perspectiva do CIES Global - Roberto Kikawa, MD, MSc
  • Palestrante 2 – Papel da Iniciativa Privada - Sandra Alves
  • Palestrante 3 – Pespectiva da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo - Wilson M. Pollara, MD, PhD
  • Debate com moderação de Ricardo Lauricella

12:00 - 12:20

Avaliação, Anúncios e Planos Futuros - Mark Barone, PhD

12:20 - 12:55

Desafios e Oportunidades para a Colaboração em Saúde entre os Setores Público, Privado e ONGs

  • Palestrante 1 – Perspectiva Pública Brasileira - Maria de Fatima Marinho de Souza, MD, PhD
  • Palestrante 2 – Experiências Internacionais - Esther Tahrir, MPH
  • Debate com moderação de Maria José Delgado Fagundes

13:00

Foto do Grupo

Almoço no Restaurante ALESP

Palestrantes

Andrew Pines, MBA

(Public Health Institute)

Bacharel em Engenharia Industrial pela Universidade de Miami e MBA pela Universidade de Columbia. Trabalhou por 24 anos em Banco de Investimentos na área da Saúde. Tornou-se conselheiro especial de muitos dos principais CEOs e CFOs dos sistemas de saúde nos EUA e dirigiu um grupo de 25 banqueiros de investimento no Citigroup. Em 2013, tornou-se Diretor Executivo da MedShare, líder em ajuda humanitária, que recolhe suprimentos e equipamentos médicos excedentes nos EUA e os envia com treinamento para hospitais e clínicas de países em desenvolvimento. Em 2016 passou a compor o Conselho de Diretores do Public Health Institute e da Verity Health, além de presidir o Conselho da US HealthWorks.

Davi Rumel, MD, PhD

(Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês)

Médico Sanitarista e Doutor em Epidemiologia. Professor de Epidemiologia e Bioestatística da USP (1983 a 1992) e de Saúde Coletiva da Universidade de Calgary (1993 a 2000). Na Anvisa, foi Gerente de Pós-Comercialização de Produtos (2001 a 2002) e Diretor Adjunto para a área de medicamentos (2003 a 2006). Trabalhou na Agência de Saúde Pública do Canadá e na Escola de Saúde Pública da Universidade de Alberta (2007 a 2011). Coordenou a Estratégia de Saúde da Família no extremo sul do Município de São Paulo (2011 a 2014), resultando no livro “Saúde que Funciona”. Atualmente, trabalha na Faculdade de Medicina da USCS e no IEP do Hospital Sírio-Libanês, onde coordena o Projeto HealthRise Brazil.

Esther Tahrir, MPH

(Public Health Institute)

Mestre em Saúde Pública pela UC Berkeley, com estudos também nas Universidades UC Santa Cruz e Stanford. Viveu e trabalhou na África, Europa e América Latina. Fundadora e Diretora do Global Health Leaders Program (GHL), do Public Health Institute, que conta com parceria da Medtronic Foundation. Empenha-se em aumentar o acesso à prevenção e cuidados com as DCNTs e criar parcerias público-privadas inovadoras a nível mundial. Tem mais de 25 anos de experiência trabalhando em saúde pública e reprodutiva, apoiando programas de capacitação desenvolvimento de liderança e bolsas de estudo globalmente, incluindo o programa GoJoven.

Maria de Fatima Marinho de Souza, MD, PhD

(Ministério da Saúde)

Graduada em Medicina pela UFRJ, Mestre e Doutora em Medicina Preventiva/Epidemiologia pela USP. Foi Coordenadora Geral de Informações e Análise do Ministério da Saúde/Secretaria de Vigilância em Saúde (2005-2007), Coordenadora de Informações e Análise em Saúde da OPAS (2008-Set.2012) e Assessora responsável pelo Observatório Regional de Saúde da OPAS (Set.2012-Jan.2014). Atualmente é Diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde e Professora convidada do Programa de Pós-Graduação do Departamento de Medicina Preventiva, Faculdade de Medicina da UFMG.

Maria José Delgado Fagundes

(Interfarma - Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa)

Advogada e Especialista em Saúde Pública, Direito Privado e Bioética. Por 25 anos atuou no Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, sendo os últimos 12 anos na ANVISA e foi membro do Ad Hoc Expert Group em Marketing de Alimentos e Bebidas não alcoólicas para crianças da Organização Mundial da Saúde (OMS). Hoje é Diretora da Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa), onde coordena as áreas de Responsabilidade Social, Doenças Raras, Inovação e Biotecnologia, Descarte de Medicamentos e a área de Compliance. É, ainda, professora do curso de Gestão Industrial Farmacêutica e de Assuntos Regulatórios do IPOG e na Faculdade Oswaldo Cruz.

Roberto Kikawa, MD, MSc

(CIES Global)

Médico Gastroenterologista e Mestre em Medicina pela USP. Foi professor de medicina e médico nos setores público e privado, e diretor do Hospital São Camilo. Fundador, Presidente e empreendedor social a frente do CIES Global, onde leva atendimento médico especializado e humanizado, por meio de unidades móveis e fixas de saúde, para populações em alta vulnerabilidade social. Recebeu diversos prêmios, como: Empreendedor Social do Ano (Schwab Foundation, World Economic Forum e Folha de S. Paulo), Ashoka Fellow, Prêmio Cidadão Sustentável (Rede Nossa São Paulo e Catraca Livre), Prêmio Dom (Grupo Fleury), Fellow da Innovations In Healthcare (Duke University) e Fellow BMW Foundation.

Sandra Abreu

(Insituto Ver & Viver)

Graduada em Administração de Empresas com Pós-graduação em Marketing e Gestão de Negócios, Sandra Abreu foi nomeada Diretora do Instituto Ver & Viver e reponsável pelo desenvolvimento do Projeto 2.5 New Vision Generation da Essilor em Junho de 2014. A primeira a ocupar esta posição na Essilor Brasil e com a designação para desenvolver ações focadas na conscientização do país sobre a importância de uma boa visão e implementar iniciativas para atender as mais de 30 milhões de pessoas no Brasil que não possuem acesso à correção visual. Possui mais de 25 anos de experiência em diversos mercados, incluindo atuações no segmento alimentício, financeiro, telecomunicações e energia.

Wilson Modesto Pollara, MD, PhD

(Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo)

Graduado, Pós-graduado em Cirurgia Geral, Mestre, Doutor e Livre Docente pela Faculdade de Medicina da USP. Presidente Mundial do Colégio Internacional de Cirurgiões (1999 a 2000). Autor de livros e artigos sobre diferentes temas. Desde 1988 exerce cargos administrativos ligados a Administração Hospitalar, Convênios e Área da Saúde em geral. Exerceu a função de Coordenador Geral de Cirurgia no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (2008 a 2011). Foi diretor Executivo do Instituto Central do Hospital das Clínicas da FMUSP (2011 a 2013). Atuou como secretário-adjunto de Estado da Saúde de São Paulo (2013 a 2016). Atualmente é secretário municipal da Saúde de São Paulo.

Comitê Organizador

Dan Gillette, MEd

(Public Health Institute e UC Berkeley)

Bacharel em Desenvolvimento Humano pelo Lesley College Graduate School e Mestre em Educação por Harvard. Atualmente, é investigador principal (PI) no Public Health Insititute (PHI) e co-diretor do Tech for Social Good no CITRIS da UC Berkeley. Lidera no PHI o PHI Design Center e é conselheiro do Global Health Leaders (GHL). Co-fundador da InWorld Solutions, que forneceu ferramentas de realidade virtual para o mercado de saúde comportamental e, entre 2002 e 2008, presidente da Innovative Technology for Autism Initiative. Foi músico e compositor antes de ocupar cargos de pesquisa e ensino nas Universidades Carnegie Mellon e Stanford.

Maria Angela Loguercio Bouskela, MD, MSc, MBA

(Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês)

Médica pediatra, com Mestrado e MBA pela USP. Consultora na área da Saúde, participa da coordenação do projeto HealthRise Brazil. Trabalhou por 21 anos na Indústria Farmacêutica; responsável pela Divisão de Produtos Biotecnológicos na Roche, e CEO na Stiefel. Tem sólida experiência em liderança e gestão em ambientes complexos. Há 8 anos trabalha em Washington DC, com experiência em consultoria para a Abt Associates e o Banco Mundial, no programa Saúde na África, com vivência em 13 países, e com coaching e mentoria, focando em desenvolvimento profissional e pessoal.

Mark Barone, PhD

(Public Health Institute e Medtronic Foundation)

Doutor em Físiologia Humana pela USP, Especialista em Educação em Diabetes e em Comunicação e Marketing. Desde 1999 desenvolve projetos nacionais e internacionais de Pesquisa e Educação em Saúde, Empoderamento e Liderança de Im-pacientes, e Divulgação Científica. Autor do livro "Diabetes: conheça mais e viva melhor". Membro do Conselho de Administração da ADJ Diabetes Brasil, onde atualmente ocupa o cargo de Vice-presidente. Fellow do Programa Global Health Ledears do PHI e Technical Advisor no Brasil da Medtronic Foundation, onde supervisiona, entre outros programas, o HealthRise Brazil.

Patricia Vieira de Luca, MSc

(Associação Brasileira de Hipercolesterolemia Familiar)

Bacharel, Licenciada e Mestre em Educação Física pela Escola de Educação Física e Esporte da USP. Tem experiência na área de Educação Física com ênfase em Obesidade, Diabetes e Metabolismo, atuando principalmente em Educação e Advocacy em Saúde. Profissional voluntária em diferentes programas da ADJ Diabetes Brasil durante os últimos 10 anos. Presidente em atividade da Associação Brasileira de Hipercolesterolemia Familiar (AHF).

Ricardo Lauricella

(CIES Global)

Graduado em Comunicação Social e Jornalismo, com Pós-graduações em Comunicação Corporativa e Gestão no 3º setor, trabalha há 15 anos nas atividades de planejamento e interlocução com diferentes setores, especialmente na área da saúde. Há 8 anos no CIES Global, é o responsável pelo mapeamento, participação e acompanhamento de oportunidades, como o prêmios recebidos pelo CIES, e de fóruns e grupos de trabalho relacionados a finanças sociais e indicadores de impacto social. Hoje comanda o departamento de Relações Institucionais, Comunicação e Marketing do CIES Global.

Sobre

PHI

Featured imageO Public Health Institute (PHI) se dedica a promover a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas em toda a Califórnia, nos Estados Unidos e em todo o mundo. O PHI trabalha em 11 áreas-foco para gerar e promover pesquisas, conhecimentos e liderança e facilitar parcerias a fim de fortalecer políticas, programas, sistemas e práticas de saúde pública.

Fundado em 1964, o PHI é o primeiro e maior instituto dedicado à saúde pública nos Estados Unidos. Possui mais de 700 funcionários, trabalhando em 225 projetos, em 26 países. Com um orçamento operacional anual de mais de 100 milhões de dólares, o PHI é financiado por 90 parceiros ativos. Foi nomeado um dos top 50 “Best Non-profits To Work For”, em 2014, pela revista Non-Profit Times.

Medtronic Foundation

A Medtronic é líder global em tecnologia e terapias médicas para o tratamento de condições crônicas e degenerativas. Seu ramo filantrópico, a Medtronic Foundation, direciona seus esforços na expansão do acesso aos cuidados com a saúde de populações carentes ao redor do mundo, especialmente para aqueles com condições crônicas como diabetes e doenças cardiovasculares.

Localização

Auditório do Instituto Legislativo Paulista (ILP-ALESP), Av. Sargento Mario Kozel Filho, 165 - Paraíso, São Paulo - SP, 04001-001, Brazil

Parceiros

Contato

fabricia.marin@globalhealthleaders.org

(11) 99613-7052

VAGAS ENCERRADAS

entre em contato caso tenha interesse em participar de uma próxima edição

saiba mais: https://globalhealthleaders.org/partners/

Scroll Up